22 outubro 2003

Lanche

Pois é. Não comemos tortitas :( Chegámos ao El Corte Inglés (Olé!) por volta das 19h e ficámos a saber que as tortitas são servidas apenas entre as 16 e as 18:30...Ao que parece, o cozinheiro precisa da chapa para confeccionar os jantares. Claro que perguntámos porque é que não arranjavam uma segunda chapa e a resposta foi rápida e certeira: porque não têm espaço! O El Corte Inglés (Olé!) sofre de falta de espaço. Quem diria?

Enfim, apesar de não ter havido tortitas, houve boa disposição e amizade. Conversámos, rimos, brincámos (fizémos guerra de perfumes com os "testers", chegámos a casa a deitar um pivete indescritível!), experimentámos chapéus de todos os feitios, enfim, fomos completamente infantis e absolutamente insuportáveis!

Cheguei a casa satisfeita, com a alma leve (apesar do cheiro...). Ver a Teresa bem disposta, cheia de vida e força fez-me bem. Apenas me entristeceu que não quisesse falar em projectos, por isso não falámos do futuro. Nem do passado. Nem de coisas sérias. Tínhamos a noção de que não estávamos a fugir de nada, apenas não nos apetecia fazê-lo.

Fomos deliciosamente fúteis e saboreámos cada minuto. Fomos crianças a rir alto e a fazer disparates. Durante aquelas horas, as coisas voltaram a ser simples e tudo era bom.

Dormi bem, de um sono só e acordei bem disposta. A vida não é para ser levada sempre a sério e as pessoas que ainda não se esqueceram de como se ri são mais felizes do que as outras.

0 Novas Memórias:

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal