15 março 2004

Almoço

A 13 de Maio, a 13 de Maio,
Na Cova da Iria ...


-Corta!! Não é essa!
-Não!
-Não. Não viste a virgem! Foi Deus que se tornou Visível! E foi a 13 de Março e em Leiria!
-Ah...Pelo menos termina em iria!

Foi então a 13 de Março e para os lados de Leiria. Passemos à história.

Recebidos pela alta nobreza - um Marquês - e acompanhados por excelentes pessoas, o almoço tinha todos os ingredientes para ser um sucesso.

Foram apenas necessários 5 minutos para dar com o excelente restaurante, que tinha por sua vez, uma vista espectacular para o castelo. Quando chegámos, ao ver a vista, não soltei o grito de Ipiranga, tendo optado por um canto de Sereia - o qual a minha abadessa prontamente abafou visto que cantar não é decididamente o meu forte.

Neste universo (não desfeito), juntámo-nos sob o sol quente de inverno e vermelhinhos como uma pinga de sangue, após termos conferenciado como ilustres cidadãos do mundo, munimo-nos de facas e garfos para o almoço, tendo ainda guardado um bisturi para os bifes mais teimosos - o que se veio a revelar completamente desnecessário porque os bifes eram tenros como manteiga.

Falou-se de tudo um pouco, da história e das suas horas - absurdas ou não, de arqueologia (eh eh eh), da vida e do dia a dia.

Foi tudo muito bom, foi blete1.

1 - bom, muito bom, espectacular, fabuloso

0 Novas Memórias:

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal