06 agosto 2004

Uma data a recordar

"O dia 6 de agosto de 1945 amanheceu claro e quente em Hiroshima, sétima maior cidade do Japão, com 343 mil habitantes e uma guarnição militar de 150 mil soldados. Hiroshima fica junto ao delta do rio Ota, que desemboca no mar Interior. Naquela segunda-feira, apesar da guerra travada em ilhas do oceano Pacífico contra os Estados Unidos, a vida corria como sempre: os comerciantes já haviam aberto as lojas, os estudantes estavam nas salas de aula, os escritórios e as fábricas estavam a pleno vapor. Pouco antes das 8 horas da manhã, toca a sirene avisando sobre a presença de avião inimigo. O alerta era tão corriqueiro que pouca gente correu para os abrigos antiaéreos. A sirene parou. Às 8:15h, bem alto no céu, espoca uma faísca branco-azulada que se transforma em um arco rosado. Em décimos de segundo, Hiroshima [Ilha Larga] fica branca. Prédios e casas levitam. Pessoas e animais evaporam; telhados e tijolos derretem. Uma onda de calor de 5,5 milhões graus Celsius e ventos de 385 Km/h arrasam a cidade." Texto extraído daqui

A 6 de Agosto de 1945, o mundo, impávido e sereno, assistiu a uma das maiores atrocidades efectuadas pela raça humana: o lançamento da bomba atómica sobre a cidade de Hiroshima, o que provocou a morte de mais de 140 mil pessoas. Outros milhares, que não morreram de imediato, viriam a morrer mais tarde vítimas dos efeitos da radiação (queimaduras, cancro, etc). Estima-se que tenham morrido cerca de 300 mil pessoas em consequência do ataque nuclear. A bomba, baptizada de "Little Boy" foi lançada por um Boeing B-29 ("Enola Gay") às 08.15 da manhã (hora local). Dias depois a carnificina repetiu-se. Desta vez em Nagasaki.

Que a humanidade nunca se esqueça desta data. Que a humanidade nunca repita tal atrocidade.

0 Novas Memórias:

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal