13 julho 2004

Frida - 50 anos depois

"Nascida num outrora subúrbio da Cidade do México, a 6 de Julho de 1907, com apenas seis anos sofre uma ataque de poliomielite que afectará para sempre a sua perna direita. Os seus estudos, iniciados em 1922, vão pô-la em contacto com a sua alma gémea, quando das janelas da Escola Nacional Preparatória vê o muralista Diego Rivera pintar o mural "La Creacion". Mas o encontro - e os desencontros - com Diego ainda está para vir. Antes, quando era noiva de Alejandro Gómez Arias, sofre um acidente de viação que lhe parte a coluna vertebral em três sítios, bem como a clavícula, três costelas, a perna e o pé direito. Mas o mais grave é que o acidente, que lhe fura o sexo em três sítios, impedi-la-á de ter filhos, um facto que não só a atormentará ao longo da sua vida como terá reflexos na sua obra enquanto artista" in Público
continue a ler a biografia de Frida Kahlo no Público

Desconhecia a artista. Nunca tinha sequer ouvido falar na mulher. Tudo mudou através de Salma Hayek e do seu filme "Frida". Passei então a admirar a mulher - a Frida, porque a Salma, sempre admirei :) - e a sua obra.
A Sónia já em tempos (Janeiro de 2004) escreveu sobre ela aqui e entre muitas coisas relembro isto «Duvido que algum dia me torne khaloísta (sim, existe uma religião que tem a figura de Frida Kahlo como inspiração), mas vou continuar a ler sobre esta mulher. Sem dúvida teve talento. Sem dúvida teve coragem. Sem dúvida teve convicções. Sem dúvida teve amor. Merece ser redescoberta

Algumas das suas obras podem ser consultadas aqui.

0 Novas Memórias:

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal