12 outubro 2003

Canção do dia

já que aqui estou
vou-lhes agora contar
de mil passos feitos vida
desta vida atribulada
desta vida de cantar

se sobrar peito
depois de mil melodias
depois de tantas palavras
tantas terras tant’stradas
tantas noites tantos dias

viva quem canta
que quem canta é quem diz
quem diz o que vai no peito
no peito vai-me um país

no Algarve mandei baile
toquei adufes na Beira
em Trás os Montes aprendi
a bombar como um Zé Pereira

Mundo fora dei abraços
nos Açores e na Madeira
deixei amigos do peito
e em casa cantei na eira

viva quem canta
que quem canta é quem diz
quem diz o que vai no peito
no peito vai-me um país

trago nos dedos malhões
toquei rondas de caminho
no Douro aprendi Janeiras
dancei as chulas no Minho

no Alentejo fica o peito
da planície de cantar
no fado colhi o jeito
de um país por inventar

viva quem canta
que quem canta é quem diz
quem diz o que vai no peito
no peito vai-me um país

cantei no alto de um monte
num tractor ou num celeiro
para vinte ou vinte mil
e das palavras fiz viveiro

p’ra quem canta por cantar
pouco mais se pediria
mas quem canta para sentir
para explicar-se e para ser
pensem só quanto haveria
ainda para dizer

viva quem canta…


Pedro Barroso, Viva quem canta

0 Novas Memórias:

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal