10 janeiro 2007

(...)

Cumprir as resoluções de ano Novo pode ser penoso. Eu que o diga que apanhei uma chuvada e pêras esta manhã, no caminho para o trabalho! Mas pronto, mantive-me fiel ao meu propósito de andar mais a pé e cá estou, ensopada, com nariz de cão e pés gelados, mas de pé, de pé como as árvores!

Moral da história: a satisfação da conquista é bem maior do que qualquer contratempo.

Com este tipo de escrita, tão perfeita, rica e plena de conteúdo e reflexão, a seguir vou pintar o cabelo de louro, assumir a minha pose mais putéfia e malcriada e começar a semear “best sellers” como se de cogumelos se tratasse, qual Margarida Rebelo às Pintas ou Carolina Não Sei Das Quantas.

Depois, quando for entrevistada pela TVI, posso sempre arranjar mais meia dúzia de “bujardas” ditas em tom frenético e doloroso, de quem está em pleno acto de criação literária, qual galinha a pôr um ovo de dinossáurio et voilá! Serei finalmente uma verdadeira estrela!

Sim, porque isto cada um é para o que nasce e eu tenho o estrelato no meu caminho...nem que isso signifique tropeçar, cair, bater com o nariz no chão e ficar a ver estrelas...

1 Novas Memórias:

Anonymous Alegrão escreveu...

De loiro não que fica-te mal. Tens que inovar, azul não dá por causa da Stuart, ruivo também já está muito visto, verde não por causa da Maria José Valério. Tens que reflectir bem. Só tens que te esforçar para escrever tão mal como elas, será que consegues?
Beijos

11/01/2007, 01:18:00  

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal