15 janeiro 2007

A lapa

No sábado passado fomos a Tomar dar um passeio. Há alguns anos que não caminhava pelo jardins do Convento de Cristo e como tinha de fazer alguns quilómetros para poder colocar o carro na revisão, achámos que era uma boa opção. Tanto na ida, como na volta, constatei uma vez mais que os portugueses não sabem conduzir quando dispõem de três faixas no mesmo sentido. Ao invés de seguirem as intruções do código da estrada - tantas vezes repetidas - de conduzirem pela direita, agarram-se à faixa central como uma lapa à rocha. Quem vem na faixa da direita, ou ultrapassa pela faixa da esquerda, ou atravessa duas faixas para ultrapassar pela direita. Isto é ainda mais chocante quando num troço de auto-estrada com uma boa visibilidade de centenas de metros, não se vislumbra ninguém, a não ser... a lapa... agarrada à faixa do meio.

1 Novas Memórias:

Anonymous Alegrão escreveu...

Outra na ferradura...

É uma característica portuguesa que me enerva muito.
Ouvi dizer que na Coreia do Norte, as estradas tinham uma faixa para o imperador. Porque não fazer o mesmo aqui em Portugal? Uma faixa só para o D. Duarte?
Em Portugal a faixa dos lentos é a do meio, a da esquerda é a dos mais rápidos e a outra?
Bem, com franqueza é a faixa que eu uso mais...
Um abraço

16/01/2007, 00:16:00  

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal