07 março 2007

Love is in the air

Cada vez que ouço esta canção lembro-me de um quadro do "Contra Informação" em que o Sr. Pinto da Costa, com uma capa à Super-Homem, cruzava os céus, a caminho de Lisboa para ir ver o seu amor e cantava "Sinto amor no ar/penso eu de que/Sinto amor no ar/a paixão aperta-me".

Mas o que quero contar não tem nada a ver com isso. Quero falar do encontro imediato que tive ontem à noite com um casalinho que estava em plena sintonia de amor. Fui ao supermercado e, a caminho do parque de estacionamento, de carrinho cheio como convém a uma dona de casa zelosa, eis que me deparo com um casal que se beijava apaixonadamente à porta do elevador, completamente alheios ao facto de eu estar a olhar fixamente, já que não podia sair com eles ali à minha frente. Verdade seja dita, eu podia ter tossido, aclarado a garganta, podia ter dito alguma coisa, enfim, fazer-me notada, mas confesso que fiquei fascinada com este momento tão bonito e lá os deixei beijar-se até ao fim, que teimava em não chegar.

Quando voltaram à realidade, viram-me ali de carrinho em punho, porta do elevador escancarada a olhar para eles com um sorrisinho maroto. Ela corou. Ele corou mais ainda (os rapazes são tão tímidos, meu Deus!) e disse-me "Desculpe. É a paixão, sabe..."

Sei, claro que sei. Felizmente sei. Sorri e desejei-lhes que a paixão durasse.

Porque não há sentimento melhor do que este de andar sobre nuvens, de ouvir música a cada passo, de ver as cores mais vivas e os dias mais claros. De trazer um sorriso permanente na boca e ver o nome de alguém por toda a parte. De sentir que somos felizes e nem sabemos bem porquê.

Dizem que a Primavera é propícia este tipo de sentimento. Para mim, os sentimentos predominantes nesta época costumam ser espirros, nariz a escorrer pingo e olhos inchados, por causa da febre dos fenos...

Mas não faz mal porque, "all things considered", sou uma sortuda no amor.

1 Novas Memórias:

Anonymous Alegrão escreveu...

E ainda nem sequer estamos na primavera... :)
Estou mesmo a imaginar eles a virarem-te as costas e a comentarem:
Ela: 'Mor, a cota foi fixe!
Ele: Iá, reparaste nos olhos dela?
Ela: Não 'mor, só tenho olhos para os teus... Vamos para a tua casa ou para a minha?

Beijinhos

07/03/2007, 13:47:00  

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal