10 abril 2007

CSI Lisbon - Pigeon Control

Ontem apareceu um pombo morto aqui neste lugar onde passo a maior parte dos meus dias (vulgo local de trabalho). A minha primeira reacção foi achar normalíssimo que o pombo tivesse tido um ataque cardíaco, uma síncope, um AVC, enfim, que tivesse partido em direcção à luz, como é condição de todo o ser vivo. Mas esqueci-me do fantasma da gripe aviária que ainda assombra por estas bandas e que fez com que alguns colegas tivessem montado um perímetro de segurança à volta do cadáver do pombo, com direito a fita encarnada e tudo (tipo “CSI”). Não contentes, os mesmos colegas decidiram cobrir o cadáver com um plástico (“who are we/ who, who/ who, who/ I really wanna know…”) e chamar as autoridades competentes (“Out here in the fields/ I fight for my meals…”).

Assim, fiquei a saber que o Ministério da Agricultura criou uma espécie de “bola anti-stress” chamada CENEGA (Centro Nacional de Emergência da Gripe Aviária), que deveria funcionar nos dias úteis entre as 8 e as 20 horas (está cientificamente provado que ao fim-de-semana as aves morrem menos e apenas devido ao excesso de álcool e acidentes de viação dele derivados e nunca de gripe), mas cujo telefone ninguém atende…O objectivo, quanto a mim, é vencer os eventuais delatores pelo cansaço.

Facto é que o pombo continuava exactamente no mesmo lugar esta manhã (comportamento típico dos pássaros mortos em geral e dos cadáveres e particular), pelo que algum colega hiper-zeloso (uma das raras gemas da função pública portuguesa) fez o favor de chamar a Guarda Nacional Republicana para proceder à remoção do corpo (“We don’t get fooled again/ Don’t get fooled again…”), tarefa que demorou algum tempo, envolveu um número considerável de elementos e um aparato perfeitamente normal para situações desta gravidade (a sorte é que os nossos cães são bem alimentados e nenhum teve vontade de atacar a carcaça…).

Moral da história: podem ser várias, mas a minha preferida é que dantes, as pessoas afastavam-se dos telhados e das varandas com medo de que algum pombo lhe sujasse a roupa; agora, o maior risco e que o próprio pombo nos possa cair em cima (o que, por si só, seria já uma situação potencialmente mortífera) e contagiar-nos com uma dose massiva de gripe aviária, que é como quem diz, febre das galinhas, a mesma que também se pode apanhar na Zara, em época de saldos…

Em memória do pombo falecido.

2 Novas Memórias:

Blogger Hydrargirum escreveu...

Brilhante dissertacao!
Ja vejo o escaparate "Requiescat in pace Columbidae"....

Adorei as musicas convenientemente localizadas....!

Ja te disse que sao 3 dos meus toques telefonicos?

11/04/2007, 13:53:00  
Blogger petersteel escreveu...

that was really nice to read that was really great post.. it seem great information ..i think For better to keeping your property, houses and necessary areas from birds through intermediate of Bird Control rather than spending money on spoil caused by birds.for more information : http://www.usabirdcontrol.com

30/12/2009, 08:39:00  

Enviar um comentário

Ligações:

Criar uma hiperligação

<<Página Principal